Fibromialgia

Fibromialgia

Dores por todo o corpo por longo período de tempo, isso pode ser e é na maioria dos casos destacado como fibromialgia, considerada síndrome com condições dolorosas generalizadas e crônicas.

A fibromialgia afeta articulações, músculos, tendões e outros tecidos moles. Sabe-se hoje que a fibromialgia está associado a uma forma de reumatismo pelo fato das dores estarem ligadas aos músculos, tendões e ligamentos.

Causas e Sintomas da Fibromialgia

As causas da Fibromialgia ainda são desconhecidas, mas os possíveis sintomas desse problema que afeta de forma drástica a vida das pessoas são: dor crônica no pescoço ou nas costas; constipação ou diarreia; síndrome da fadiga crônica; depressão e ansiedade; hipotireoidismo (tireoide inativa); doença de Lyme; distúrbios do sono e indisposição.

Além disso, a fibromialgia pode ser causada e ou estimulada por diversos fatores dentro os quais os traumas físicos ou emocionais, alterações hormonais e doenças graves.

O tempo necessário para se diagnosticar a fibromialgia é de aproximadamente três meses de dor generalizada, e com dores em 11 a 18 áreas pelo corpo.

Pontos da Dor - Fibromialgia

Pontos da Dor – Fibromialgia

As áreas levadas em consideração para se ter uma probabilidade de fibromialgia são: braços (cotovelos); nádegas; peito; joelhos; região lombar; pescoço; caixa torácica; ombros e coxas.

Diagnóstico e Tratamento da Fibromialgia

O diagnóstico da fibromialgia consiste na avaliação clinica do profissional visto não haver qualquer tipo de exame por si só que confirme a doença.

Muitas pessoas que sofrem com essas dores ficam à base de medicamentos, mas o pior é que se automedicam, no entanto o tratamento só será eficiente quando fizer uso dos medicamentos receitados pelo médico e se acompanhados pelo mesmo.

Dependendo do caso, no tratamento da fibromialgia é recomendado ate mesmo algum tipo de exercício, por isso, não tente resolver o problema sozinho em casa, é necessário sim, consultar um especialista e seguir todas as suas recomendações.

Veja um Vídeo Explicativo da “Fibromialgia”

 

Leia Mais:

0 Comentários

Você pode ser o primeiro a comentar.

Comentar