Medula ossea

Aplasia Medular é uma doença rara e muito séria, que tem por consequência a falência da medula óssea em produzir células sanguínea. Nos ossos a parte central é preenchida por um tecido esponjoso, que é conhecido como medula óssea. Ela é, fundamentalmente, o órgão produtor das células sanguíneas.
Durante toda a vida a produção das células sanguíneas é necessária, porque cada uma das células tem uma duração limite e necessita ter resposta consecutivamente. Portanto, quando a produção das células não acontece em função da falência da medula óssea, acaba tornando muito baixo os níveis das células no sangue, surge o aparecimento de sintomas como palidez (anemia), sangramento e infecções graves que coloca a pessoa em risco de morte.
Há dois tipos de aplasia medular: as adquiridas e estas vinculadas com infecções, uso de medicamentos, contato com inseticidas, derivados de benzeno etc. E as congênitas, que são conhecidas como anemia de fanconi, neste caso existe um defeito genético conhecido e que conduz ao quadro de falência medular.

Diagnóstico da Aplasia Medular
O diagnóstico de aplasia medular ocorre quando os níveis sanguíneos diminuem e tal fato deverá ser confirmado e acompanhado por médico-hematologista. O médico especialista realizará os exames de avaliação direta da medula óssea: o mielograma e a biopsia de medula óssea, cujos exames consistem na retirada de uma pequena amostra da medula para exame microscópico. Para realizar este exame, é necessário fazer uma punção com agulha dentro do osso, sendo um procedimento rápido e poderá ser realizado no ambulatório ou no leito, caso o paciente já esteja internado. Através deste exame, da aplasia de medula, é que será confirmado a diminuição ou não das células da medula óssea.

Tratamento da doença
O tratamento da aplasia medular consiste basicamente:
Transfusão - seja de concentrado de hemácias, que controla a anemia grave ou de plaquetas, devido ao sangramento.
Antibióticos – para combater infecção, onde o paciente recebe o medicamento intravenoso.
Isolamento do paciente - quando este está com imunidade muito baixa o que evita contato com pessoas recém-vacinadas, pessoas doentes e ambientes com muita aglomeração.
Diminuição de algumas atividades – que podem ocasionar sangramentos no paciente.
Transplante de Medula Óssea - é a retirada, mediante aspiração, de uma pequena quantia de medula do doador, o material é filtrado e transplantado por meio de injeção intravenosa no paciente doente, mas antes de receber a nova medula, o receptor terá que fazer um tratamento com drogas e/ou radioterapia para destruir a medula doente.
Caso o transplante não seja possível de imediato, o médico poderá optar por um tratamento com medicamentos enquanto se espera a busca de um doador. Os medicamentos utilizados no tratamento de aplasia são chamados de drogas imunossupressoras, elas estimulam a produção de células sanguíneas para medula óssea doente.

Doação de medula<

Aplasia Medular – Veja o vídeo e “Doe Vida”

 

Leia Mais:

0 Comentários

Você pode ser o primeiro a comentar.

Comentar